Mandala Combinações Sentidas

Combinações sentidas, 60x60cm em 3 telas diferentes, acrílico sobre tela de algodão com linhas a caneta Pigma Micron, 10 de 2020.

Acabei a minha tela, à qual até agora tenho atribuído o nome de “Mess up”. Tenho grande dificuldade em atribuir nomes às minhas telas enquanto me encontro a elaborar. Ou há uma temática em causa ou, só no fim é que consigo olhar na sua totalidade e resumir sobre o que se tratou.

Confesso, que quando me encontrei a fazer esta enorme tela, não sabia muito com o que contar. O objectivo foi me superar, a tela maior que tinha feito até à data tinha sido uma mandala de 40cm de diâmetro numa tela de 50×50 cm. Aqui, senti necessidade de preencher todo o espaço em branco da tela e ver o resultado de uma sobreposição de várias mandalas.

Inicialmente, conforme já tinha referido, pensei em cada uma representar as diferentes estações do ano, mas logo cheguei à conclusão que o que estava a sentir não era propriamente isso mas sim, as diversas emoções e sentires, oscilações emotivas de mim.

Comecei pela que se encontra em tons castanhos, talvez por não saber o que me esperava pela frente, castanho é uma tonalidade neutra, que não cansa a vista.

Claro que, logo de seguida senti a necessidade de cor, o que me levou a concretizar a mandala com cores que me despertaram mais para uma espécie de florir, a mandala com cores rosa e vermelha.

Simultaneamente comecei a preencher o espaço em redor, e aqui ainda com a ideia das estações, outono, primavera, as restantes iriam ser verão e inverno, e foi nesse sentido que apareceram de um lado uma mais radiante, com amarelos, vermelhos, laranjas e dourados, em contraste com outra, no lado oposto com cores mais frias, escuras, prateados e mais apagada, uma espécie de recolhimento.

Até aqui tudo bem, o tema das estações estava-me a alegrar achava que estava a conseguir um equilíbrio na obra até que, chegou a ansiedade. Durante o processo de pintar a mandala amarela comecei a passar por estados crises de ansiedade muito grandes e, creio que se deveu às cores que me encontrava a utilizar, demasiado tempo exposta a estas cores, despertaram em mim sentimentos stressantes.

O que me levou a criar a próxima mandala, onde aplicava um pouco das mesmas cores, embora mais baças e menos vibrantes, junto com castanhos, mais neutros. O meu estado emotivo acalmou com estas cores.

Passei então para a realização de uma mandala que me transmitiu imensa calma e paz, com o uso de cores mais ligadas ao azul petróleo em combinação com um beije e castanhos.

Esta combinação de cores trouxe-me imensa paz de espirito, foi relaxante fazer.

De seguida puxou-me uma vertente mais mística, onde apliquei os violetas, até para conseguir arranjar alguma harmonia entre os azuis e os rosas.

Por fim, preenchi a restante tela, com uma mandala gigante, em tons de pretos e cinzas para que as restantes que já se encontravam elaboradas, se destacassem.

No final da obra pensei “Afinal, o que é que esta obra representou para mim?”, passei por tantos estados a faze-la que o propósito inicial de representar as estações, se tinha perdido. O que realmente tinha representado para mim tinha sido uma flutuação de humores e sentires, tinha despertado a minha veia emocional através de cada combinação de cores aplicadas. Daí atribuir o nome de “Combinações Sentidas”, porque cada parte que observamos e mesmo, em detalhes mais juntos, as cores e padrões provocam-nos vários sentires.

E foi assim que consegui realizar uma tela que me demorou mais de três meses a fazer, mas que no final, sinto que me superei e consegui realizar um pouco de mim. Deu imenso trabalho, mas soube muito bem fazer.

E vocês? Gostam da combinação de cores ou está confusa? Perante a explicação deu para perceber como a obra foi realizada?

Um abraço grande a todos.

Facebook.jpg
Instagram
Flickr.jpg
This image has an empty alt attribute; its file name is youtube-1.jpg

17 thoughts on “Mandala Combinações Sentidas

    1. Obrigada Silvana.
      Bem, comecei pelas que iriam ficar mais visíveis e preenchi a parte de trás por ultimo, não cheguei a apagar, apenas comecei pelas da frente. um pouquinho trabalhoso sim. Mas valeu a apena.
      Uma excelente semana.

    1. Thank you so much Katy. I’m really glad you enjoy them! It was a huge work, never did one work so big this far.
      Have a lovely week my friend, and cheers!

      1. My pleasure, Irina! Perhaps a new era?!! I can just see all Your wonderful work on display…with a few huge Mandala pieces here and there!!! It would be just beautiful! And Thank You! I hope You have a lovely week as well!!! 🤗❤️😊

  1. Estas mandalas reflectem as “estações da Irina”. As suas reações à cor, seja de ansiedade seja de acalmia e paz.
    Na verdade a natureza e a natureza humana tem muito de semelhante, em seus ciclos de energia. Há um entrosamento evidente, mais sentido por uns do que por outros..
    Então, se este conjunto de mandalas foi realizado de acordo com o ritmo/energia da Irina, então está perfeito. Porque é genuíno e verdadeiro.

    1. Muito obrigada Dulce 😉
      Foram deveras muito sentidas! Pena que tenha ficado no ciclo cinza e agora preto e branco, ver se começo de novo a preencher cor nestas novas que ando a fazer porque o inverno aproxima-se e eu preciso tanto de cor!
      Um beijinho grande! Uma boa semana.

    1. Muito obrigada Fernanda. Acredite que atribuição do nome é sempre algo muito complicado para mim, mas creio que sim, está em consonância entre estado de espirito e expressividade plástica 🙂
      Um abraço e um beijinho e tenha uma boa semana.

  2. Adorei. Uma das tuas melhores obras que tive oportunidade de ver! Tu cada vez te superas, artista!

Comments are closed.