Proposta

Ontem, um amigo, fez-me pensar. Pensar diferente, ver outra prespectiva, sua apreciação.

“Acho que você precisa estar em movimento. Precisa estar sempre vendo cores diferentes. Sentindo um dia frio e outro quente”.

Tinha tanta verdade estas palavras, ajudaram-me bastante.

Perante esta situação e mediante o que se anda a passar na minha embarcação, resolvi criar a seguinte proposta, para mim própria, para me ajudar.

O que me vou propor durante o período de confinamento será (para além de escrever, não sei que rumo tomará os posts) desenhar, um desenho por dia – explorar diversos materiais e cores todos os dias, algo breve que apenas capture linhas e cores, nada de muito específico. Vou transformar a minha liberdade de não poder sair à rua em liberdade criativa sem grandes regras, imposições e simplesmente deixar sair uma manifestação sem pensar se está a correr bem ou mal. Ainda pondero se vou, ou não, partilhar isso aqui no WordPress ou ficará pelo instagram, ou, se realmente a partilharei em algum lugar.

Um desenho por dia, será a minha proposta para este confinamento que irá durar um mês.

Paralelamente irei realizar os meus outros projetos. O meu livro, o qual tem vindo a crescer muito, (enfatizo muito) mas muito devagar – oito linhas por dia, parece-me algo que irá demorar uma vida a concretizar. E as minhas pinturas mais detalhadas que não consigo largar nem quero, pois estas, são a minha âncora para a minha embarcação.

Se falhar, falhei… ao menos tentei.

18 thoughts on “Proposta

  1. Proposta mto boa Irina..um belo exercício a mente e ao coração…tudo que nos faz bem temos que agarrar e abraçar com dedicação e amor…e assim que penso…meu momento esta a dedicar me aos meus estudos e aos meus desenhos tbm!!
    Desejo a ti tudo de bom…sigamos firme com nossos propósitos….abraco fraterno..fica c Deus!!

    1. Temos sim, que dedicar ao que nos faz bem Renata, isso é mesmo verdade. Muita força com os estudos, que corra tudo bem e espero no futuro continuar a ver as suas obras.
      Um abraço.

      1. Sim claro Irina quando é por amor vale mto a pena…obrigada esse ano sera de mto estudo mesmo …se Deus quiser tudo dara certo para toods nós 🙏sempre que possivel irei aparecer por aqui sim.
        Abraco!!

  2. Boa Irina, acho uma excelente ideia. Mesmo que não os publique, pois verá que tal não é importante e inclusivamente essa eventual “obrigação” lhe pode causar alguma ansiedade e mais “medo” no gesto.
    Falo por experiência própria, pois durante anos fiz quase diariamente um desenho e sei como isso foi importante para me dar mais alguma segurança/confiança, algo que todos precisamos e nos faz bem. E treinar o olho e a mão.
    Bom confinamento e boa experiência gráfica!

    1. Sim Dulce, tenho mesmo que ir a passinhos. E referiu algo importante que não tinha pensado, se publicar vou sentir na obrigação. Será melhor que eles surjam quando tiverem que surgir, a ansiedade fica mais calma.
      Obrigada por partilhar a sua experiência, suas palavras sempre me abrem outros caminhos.
      Um beijinho grande.

    1. Creio que é tudo uma questão de treino e paciência, investir nesse caminho. Cada linha, cada traço irá ser melhor a cada dia que passa.
      Ainda hoje ponho em causa se o saberei fazer, mas continuo a treinar.
      Um excelente fim de semana.

    1. Exatamente Filipa, é o que tenciono fazer. A vida é feita de quedas e ergueres nessa jornada, nunca desistir.
      Obrigada por seu comentário e por estar presente.
      Um abraço.

  3. Mãos à obra!
    Desejo que a Irina tenha dias repletos de inspiração e já agora gostava de ver alguns… sempre que a Irina nos quiser presentear 😊
    Confesso que não tenho jeito nenhum para desenhar!

    1. Fernanda, irei tentar corresponder um pouco ao que me disse. Confesso que não o devo fazer todos os dias, a publicação. Mas abro um pouco as janelas e horizontes dos meus trabalhos.
      Quanto ao desenho, creio que como tudo, requer um pouco de paciência e treino. Eu própria mesmo desenhando, ponho sempre em causa se tenho jeito.
      Um abraço forte e um exelente fim de semana.

    1. Se não temos interação e tempo para outras pessoas qual seria o propósito do ser humano? Somos sociais, quando passei por determinados períodos na minha vida se não tivesse algumas pessoas para falar e entender outras formas de ver as coisas teriam sido muito piores. Faço e creio que os amigos servem para isso, mesmo que não resolvam as coisas, podemos desabafar. Isso, a meu ver é partilha, ser humano.
      Eu é que agradeço muito as suas palavras Silvana, gosto muito de si.
      Uma abraço forte e com forças sempre, para seguirmos em frente.

Comments are closed.