O raciocínio

Sabem todos que a dialéctica platónica…

Sabem todos que a dialética platónica decompõe o movimento do raciocínio em três tempos sucessivos — a tese, a antítese, e a síntese. O mesmo íntimo critério preside ao movimento da ode grega, ou de toda ode — a estrofe, em que se determina a ideia; a antístrofe, em que se Ihe opõe a ideia contrária, que a própria posição daquela exige; o epodo, em que se conciliam as duas. Nem sempre assim era na realização da ode; sempre assim deveria ser.

Toda opinião é uma tese, e o mundo, à falta de verdades, está cheio de opiniões. Mas a cada opinião compete uma contra‑opinião, seja crítica da primeira, seja complemento dela. Na realidade do pensamento humano, essencialmente flutuante e incerto, tanto a opinião primária, como a que Ihe é oposta, são em si mesmas instáveis; não há síntese, pois, nas coisas da certeza, senão tese e antítese apenas. Só os Deuses, talvez, poderão sintetizar.

A estes escritos chamo antíteses porque representam, em sua íntima substância, contra‑opiniões, desmascaramentos, desilusão. À certeza com que cada um pensa o que julga que pensa convém opor a certeza com que se pode pensar o contrário, com que se consegue tornar lógico o absurdo […]

– Fernando Pessoa

1915

Textos Filosóficos . Vol. I. Fernando Pessoa. (Estabelecidos e prefaciados por António de Pina Coelho.) Lisboa: Ática, 1968 (imp. 1993).  – 3.

Imagem de: https://www.revistabula.com/522-os-10-melhores-poemas-de-fernando-pessoa-2/


9 Comments Add yours

  1. Obrigada Irina pela partilha! Gosto muito de Fernando Pessoa (e de todas as suas “pessoas”).

    1. Oi Irina, uma pequena confissão: leio Fernando Pessoa desde 1969, ainda colocando os olhos na adolescência. Estudávamos seus textos e em particular eram os seus os escolhidos para a sua interpretação. Desde então, toda a sua obra editada no Brasil passou por minha biblioteca. Nesse período de doença, me acompanhou Alberto Caeiro. Post magnífico, como sempre encontro aqui. Um imenso abraço.💐☮️

      1. Gosto bastante de Pessoa e todas as suas “pessoas” trazem profundas reflexões.
        Agradeço muito o seu comentário e fico grata. Um abraço carinhoso para si.

    2. Verdade Filipa, Pessoa e as suas “pessoas”! Tão bom o poder ler e pensar nos seus textos.
      Um abraço, obrigada por seu comentário.

  2. Henri N. Levinspuhl says:

    Um detalhe nesse texto do admirável Pessoa: ele confundiu a dialética hegeliana com a platônica. Mas é interessante que tenha encontrado uma síntese nas odes, não entre as opiniões. Ao que parece, não acreditava nessas sínteses. Nem eu. Hegel fez escola no Ocidente, sua dialética foi muito explorada politicamente desde Marx. A síntese hegeliana ensejaria um progresso histórico inevitável depois do confronto militante entre os opostos. Platão facilmente notaria que o que Hegel propôs não funciona lógica nem eticamente. A síntese entre mentira e verdade é só uma meia-verdade, não um progresso das ideias. A síntese entre o bem e o mal não é um justo, mas um pequeno pilantra. 🙂 Paz pra você, Irina.

    1. Henri, tenho imenso gosto nestes esclarecimentos. Conforme deve ter percebido, hoje tive a estudar um pouco este texto e fui atrás destes assuntos. Estive a tentar perceber/esclarecer um pouco estas ideias. Eu sou uma curiosa nata, adoro pesquisar, procurar, informar sobre as coisas. E o Henri hoje já me instigou a me dedicar um pouco mais a este tema. Amanhã, por certo irei estudar um pouco mais.
      Não sou nenhuma especialista nem o pertendo ser, longe de mim, mas perceber um pouco das coisas não faz mal nenhum, e acho a procura por conhecimento algo que está sempre muito desperto em mim.
      Fico muito agradecida.
      Um abraço bem forte.

  3. I am laughing as this went a little over my head! 🤣 I feel like a child but thoroughly enjoyed it nonetheless!!! Thank You for sharing, Irina! Cheers! 💖💖💖

    1. I understand. Fernando Pessoa was a portuguese writer and sometimes it’s not very easy to translate by this translator to english. Probably it was a mess. Thank you for reading Katy. Huggs

      1. OH NO! Your translations was likely wonderful! I’m not that much of an intellectual and sometimes pieces that are very heady are beyond the way my circus mind works!!! 🤣 And it was my pleasure!!! 💖💖💖

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s