Criativamente

Criatividade, é aquela que me atormenta, ou não. É quem me faz seguir em frente e está sempre presente na minha condição.

Que condição será esta? A ideia, a forma, a maneira que vejo como solução à desilusão, talvez, ou uma outra prespectiva e convicção.

É a que me permite concordar ou discordar do meu raciocínio. É a que no mundo fica sempre a naufragar, não toma caminho nem lugar. Abre a janela e olha a questionar.

É encontrar solução sem explicação mas ter noção ou não. Think outside the box mas não há box. Ou se há transformo-a sem qualquer limitação.

É procurar, tentar, não resultar voltar a levantar, tentar, persistir, ter paciência, cultivar a paciência, cair, levantar, voltar – teimosia na mais alta definição.

É procurar, encontrar, aborrecer, chatear, é não me levando a nenhum lugar é voltar a tentar – sem entrar na insanidade.

É no roteiro conseguir encontrar uma nova forma de pensar e ficar desiludida com o fim, porque é o óbvio. É não ser óbvio, obviamente.

É quem te faz duvidar ou procurar, entusiasma e tira-te do lugar. É o sonho, o real, é o imaginar sempre com possibilidade em realizar.

Se não realiza… Bem, aí faz novamente pensar. Provavelmente não estou a ir à nenhum lugar, com esta forma de ver, ângulo morto, ninguém consegue lá chegar.

Cabeça no turbilhão à procura de solução, da minha, da observável ou daquela que ainda não se põe em questão.

Será que o meu “problema” sempre foi ser criativa? É que me encontro num universo finito, mas sem fim. Será criatividade ou loucura. Por vezes parece insanidade.

É quando vais desistir, ela te chama a voltar a criar.

Fotografia por Irina Marques, momento em que me encontrava a fazer novas experiências na pintura.

18 thoughts on “Criativamente

  1. Irina seus pensamentos e sua arte são muito criativos. E essa pintura é linda.
    Por favor, perdoe quaisquer pequenos erros na minha língua 🙂.

    1. Obrigado Deb!
      You can write in eglish if you want I understand. It’s ok.
      I have to thank you so much for the kind words, I’m very glad you like.
      Hugs and have a nice week.

    1. Filipa, eu sinceramente não sei o que sou, estou em constante descoberta. Fico feliz que veja isso em mim, dá-me um pouco de confiança saber que o que faço é bem recebido.
      Agradeço muito, um abraço muito forte.

      1. Isso não é mau Irina, antes pelo contrario. O facto de estar em constante descoberta significa que está em evolução e que o seu espírito é uma fonte de criatividade. Podemos ser muitas coisas ao mesmo tempo. Você desenha, pinta, escreve, cria, sonha e faz-nos sonhar. 🌷🍀

    1. Obrigada Lara, facto é, não o sei fazer de outra forma. Talvez uma forma de “organização” na minha cabeça, de algo que anda desorganizado, não sei. Talvez mergulhos mais profundos, talvez respostas a incertezas… Seja como for, tento entender, como me é possível.
      Um abraço e uma boa semana.

    1. Fernanda, agradeço-lhe muito. Creio que em todos nós reside um pouco de criatividade, é o que nos faz viver e expressar, seguir em frente ou transformar, no meu ponto de vista.
      Creio que a criatividade também reside na Fernanda. Agradeço-lhe muito. Um beijinho e boa semana.

Comments are closed.