Exposição e riscos

Quem se expõe está sempre sujeito, ora aqui está uma verdade, verdade da qual tenho que me lembrar constantemente.  Apesar do que muitos possam pensar sobre mim, reservo-me um pouco no muitos e pensar, por diversas razões, eu sou uma pessoa muito tímida e introspetiva, digamos, demasiado até. A mim não me importa a crítica, … Continue reading Exposição e riscos

No feminino, Dia internacional da Mulher

Uma partilha de um episódio da minha vida, vivido. Hoje celebra-se o dia internacional da mulher, e eu, pertencendo a esse gênero, gostaria de ter umas ligeiras palavras a dizer. Pensamento, experiência e deixar um pouco no ar uma reflexão, talvez. Conto um episódio do meu passado, olhando superficialmente e profundamente. Por volta dos meus … Continue reading No feminino, Dia internacional da Mulher

Dilemas

Por vezes pensa-se em determinado assunto mas suas interpretações são tão más que... mudamos de assunto. Ora bem, dilemas da vida, da incerteza - espelho ou reflexo negativo. Como contornar isto? Complicar? Descomplicar? Abordar de outra forma. Já alguém dizia que definição de insanidade seria cometer os mesmos erros várias vezes e esperar diferentes resultados. … Continue reading Dilemas

Primeira publicação para Kindle da Amazon “Poemas ao vento”, por Irina Marques

Quem diria? Há tanto tempo que venho a dizer que gostaria de publicar um livro. Hoje em dia tudo é mais fácil, muito mais fácil, incrivelmente mais fácil. (sei que usei a palavra fácil inúmeras vezes) https://www.amazon.com/-/pt/dp/B08NTFZQN1/ref=sr_1_1?dchild=1&qid=1605794218&refinements=p_27%3AIrina+Marques&s=digital-text&sr=1-1&text=Irina+Marques Para quem me segue no blogue, os poemas que constam no livro não são novidade, é uma compilação … Continue reading Primeira publicação para Kindle da Amazon “Poemas ao vento”, por Irina Marques

Quantas sou? — Irina Marques – Arte & Pensamento

Quantas de mim sou? Todas elas e, aquelas que também não sou, muitas mais que estarão por vir e, aquelas que deixaram de existir. Sim, sou todas elas.   Sou aquela parte que se desviou, a própria vida criou em derivações à parte. Sou a outra que viajou, aprendeu, compreendeu, assimilou, um pedaço de mim, … Continue reading Quantas sou? — Irina Marques – Arte & Pensamento